29.11.08

.carvão e essência.

-
Por que não vem me ver?
Eu quero te escutar.
Preciso de alguém pra mim...
Por que não vem me ver?
Eu quero te abraçar.
Preciso de você pra mim.
-
uma casinha simples, daquelas de fotografias antigas. o vermelho da terra se misturava ao verde das plantas que se perdiam ao mesmo tempo na cor sépia do dia. era um domingo. especial, como tem sido todos os domingos. tomei um sorvete enquanto te esperava. atrasada como sempre, um desses defeitos que ficam lindos em você. caminhamos em direção as palavras soltas, aos segredos, risadas e estrofes desafinadas de músicas nossas. entre um cigarro e outro, passos curtos e longas conversas. sorrisos e olhares curiosos, como na maioria das vezes que estamos juntas. não sei se são as cores ou se são os sorrisos, mas a bagunça de tudo se faz perfeito na desarmonia.

tua ausência se faz presente em ocasiões especiais, pois afinal, com você tudo era assim, especial. sinto saudades da gargalhada frenética e o sotaque estridente e único. saudade do abraço apertado, das juras sobre amizade, dos segredos, das ruas... das cores.

falta um pedaço toda vez que o pôr-do-sol aparece `...tingindo, tingindo...`

não estou triste.


é só saudade.

4 comentários:

Tati disse...

sooo sweet! Que sorte essa pessoa tem, de ser tão querida assim por você! :o)

;o***

thays disse...

ai que lindo~

Cristiana disse...

era mais um dia...
um dia q se fez especial por causa da noite. eram às 21h, de certo q minha capacidade de me enrolar na hora de sair, me fez atrazar, isso pq era mais um show, na sua ausência, mas q me levaria pro reino da alegria, na sua presença!
Primeiro chegar de maria, nada fácil todos e olham... consegui a vaga, chego no saguão, escuto aquele som q me traz amor e me faz dançar, olho no relógio 9:45, oh! já começou? deço as escadarias do teatro correndo, entrego o convite, abre a porta: "o homem é como a espuma do mar", invadiu em mim aquela alegria assim como o mar invade a praia. fui pro meu canto, nossa! era preciso toda liberdade e espaço pra dançar qnto sambas eu agüentase... apesar de meia hora de show começado, eu tinha folego, cantei, dancei, escutei, vi todas aquelas cores! já era aquele segundo bis especial e nada de reino da alegria, foi qndo felipe s. disse: vamos fazer uma roda eu vou sair correndo... derepente ele veio, veio vindo, correndo na minha direção,qndo ele chegou na minha frente, eu sai correndo atras dele, como se ele tivesse pego pelas suas mãos te puxa, dizendo, vamos!!! e sua mão puxou a minha e juntas corremos pelo teatro, rindo, dançando, esse é o reino da alegria!!!

te amo todos os dias!!!

Cristiana disse...

era mais um dia...
um dia q se fez especial por causa da noite. eram às 21h, de certo q minha capacidade de me enrolar na hora de sair, me fez atrasar, isso pq era mais um show, na sua ausência, mas q me levaria pro reino da alegria, na sua presença!
Primeiro chegar de maria, nada fácil todos e olham... consegui a vaga, chego no saguão, escuto aquele som q me traz amor e me faz dançar, olho no relógio 9:45, oh! já começou? desço as escadarias do teatro correndo, entrego o convite, abre a porta: "o homem é como a espuma do mar",invadiu em mim aquela alegria como mar invade a praia. fui pro meu canto, nossa! era preciso toda liberdade e espaço pra dançar qnto sambas eu agüentasse... apesar de meia hora de show começado, eu tinha fôlego, cantei, dancei, escutei, vi todas aquelas cores. já era aquele segundo bis especial e nada de reino da alegria, foi qndo felipe s. disse: vamos fazer uma roda eu vou sair correndo... de repente ele veio, veio vindo, correndo na minha direção,qndo ele chegou na minha frente, eu sai correndo atrás dele, como se ele tivesse pego pelas suas mãos te puxado, dizendo, vamos!!! e sua mão puxou a minha e juntas corremos pelo teatro, rindo, dançando, esse é o reino da alegria!!!

te amo todos os dias!!!