4.7.07

.família ê, família a.

ficar empolgada com coisas pequenas e simples que nos deixam sem fôlego por mais de três segundos é lindo! apesar da mudança repentina de humor, ora feliz e meiguinha, ora furiosa e irritada, o dia começou bem. meus pais estão pra chegar hoje, a qualquer hora. coração na boca, uma saudade sem fim e vontade de colo. tanta coisa pra ser conversada, tanta coisa que eu vou ter que ouvir, mas mesmo assim hoje sou só sorrisos. o bom de sempre ter eles por perto e de fazer os programinhas família de sempre, é que passo a fazer parte ainda mais da vida em comum que nós temos. passamos a enxergar dentro do outro, descobrindo todos os pontos fracos sem fazer com que isso seja algo ruim. me sinto boba quando falo deles. o sorriso, quando estamos juntos, é o mesmo de quando eu tinha seis anos e meu pai me levava pra comprar doces na argentina, aqueles pirulitos gigantes, que na minha imaginação eu levaria um mês pra acabar com tanto açúcar colorido. aquele abraço capaz de segurar o mundo é como se fosse a última melhor lembrança que pudesse ter na vida. a minha família é o meu porto-seguro, onde eu não preciso ter medo de errar. é onde eu posso confiar, apostar, acreditar e investir. é pegar aquela caixa antiga de fotos e achar vários detalhezinhos parecidos. família é aquilo que tenho de mais bonito e também de mais forte. me segura, me põe pra frente, me deixa feliz por tão pouco.


é vontade de estar ao lado um do outro o tempo todo para não se perder nunca.

1 comentários:

o_anarquia disse...

porto seguro.
coisa boa isso!
espero que daqui a alguns anos minhas menininhas pensem como você menina do bem!
que vejam fotos e lembranças com todo esse amor aí!